Pais e mães quando se recordam da infância raramente são remetidos ao uso de tecnologia. Diferente das crianças nascidas na década de 90 até meados de 2010 (A chamada geração Z), eles tiveram um contato maior com a natureza, com as relações pessoais, uso da coordenação motora e foram muito menos bombardeados com novas informações todos os dias.

O mundo sensorial das crianças de décadas anteriores ao ano de 1989 era extremamente vivo, a criatividade era muito ativa. Sem falar no âmbito das relações familiares. As crianças jantavam com seus pais e falavam sobre seu dia, interagiam e tornavam-se melhores nas relações humanas.

Hoje a família optou pela eficiência e velocidade na comunicação em detrimento das relações com os filhos. A escola disponibiliza informações online ou através de aplicativos que vão nortear a realidade da vida escolar aos pais. Lógico que isto colocou uma distancia perturbadora no relacionamento da família e acaba distorcendo valores outrora importantíssimos.

É importante notar o bloqueio que a tecnologia pode impor aos pequenos. O desenvolvimento motor solicita muito mais do que movimentos digitais de um smartphone. A capacidade criativa precisa ir além dos vídeos nos inúmeros canais do Youtube, os limites e o respeito ao próximo devem estar bem definidos fora do mundo online.

O habitual senso de velocidade que a tecnologia provoca na mente das crianças pode ser causa de problemas de ansiedade, atrasos de desenvolvimento motor, bloqueios na fala, depressão  e outros males modernos.

Problemas de atenção na escola não são raros e muitos estudos já comprovaram a relação deles com o uso exagerado de tecnologia.

Notem, eu pessoalmente, não sou contra o uso de qualquer coisa que torne nossa vida mais prática e ágil, mas sou crente de que nossas crianças precisam da presença física dos pais, nos abraços, nas brincadeiras, na lição de casa e na vida.

Um de nossos clientes, a Loja Girapião, vai na contramão destas questões. Eles são especializados em brinquedos inteligentes e fantasias. Brinquedos que estimulam a criatividade, a coordenação motora e a busca por uma identidade! É muito enriquecedor deixar uma criança se fantasiar e deixá-la criar seus próprios personagens. Assim como é muito legal ver uma criança brincar com um carrinho ou com uma boneca e observar ela criar um mundo novo e único desenvolvido pela sua própria imaginação e não por uma tela.

casinha2
Casinha de bonecas – Loja Girapião

 

Ainda é tempo de tomar as rédeas do desenvolvimento saudável dos seus filhos. Que tal voltar um pouquinho no tempo hoje e brincar feito criança com os seus pequenos amores?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *